Lesedauer: 3 Minuten

UX + SEO = O Futuro dos Rankings

6d946d26-ba2b-4b5d-9054-e0e2f884c31e
Teilen
Para que websites tenham uma boa classificação com as ferramentas atuais, eles precisam ser relevantes dentro dos assuntos que discutem e com seus leitores. Mas como um website, especialmente em uma empresa, torna-se relevante e popular? Mecanismos de busca procuram por conteúdos de qualidade fáceis de usar e apresentados de uma maneira fácil. A otimização de ferramenta de busca (em inglês, search engine optimization - SEO) engloba o processo de afetar e aumentar o tráfego de um website com práticas que podem melhorar a posição de um site em um ferramenta de busca. A experiência do usuário refere-se ao comportamento e sentimento de uma pessoa ao interagir com um produto. Para atrair tráfego para seu site, é importante que a experiência do usuário (UX) e o SEO trabalhem em conjunto
 

Novas Prioridades para sua Classificação nas Buscas

 
Os primeiros mecanismos de busca compreendiam o contexto ao analisar palavras-chave e backlinks. Sites eram posicionados pelo número de palavras-chave e sinônimos encontrados através de suas páginas, o que ajudava na relevância dos termos pesquisados. E os backlinks pela web posicionavam a popularidade de um site.
 
Atualmente, mecanismos de busca usam machine learning para compreender o contexto de uma busca e a qualidade de um website, para então entregar o melhor resultado de busca. Quando o Google atualizou seu algoritmo de busca com o Hummingbird em 2013, ele ganhou uma nova tecnologia que permite entender o contexto. Anteriormente, as pesquisas foram implantadas para consultar sites que correspondiam a cada palavra-chave separadamente. A atualização permite que o Google compreenda o contexto de palavras-chave longas e até prever a pergunta que um usuário estava tentando perguntar.
 
A mudança demonstra como novas prioridades afetam o resultado dos mecanismos de busca. De acordo com o  Moz “usabilidade e experiência do usuário são influências secundárias nos resultados de pesquisa de mecanismos de busca. Eles fornecem um benefício indireto, mas mensurável para a popularidade externa de um site, que os motores podem então interpretar como um sinal de maior qualidade”.
 
Negócios que não contam uma UX projetada devem atender esta demanda para melhorar seu ranking dos mecanismos de busca.
 

A importância da experiência do usuário

 
De acordo com Nik Donovic, “SEO foca na jornada do cliente antes e depois da chegada em um site e UX foca na jornada do cliente durante a visita ao site.” Trabalhando em conjunto, SEO  e UX consideram uma série de fatores em um site, para garantir que um usuário tenha a melhor experiência possível. Para realizar isso, o UX deve ser orientado por dados.
 
Com a ajuda de análises, uma estratégia UX baseada em dados rastreia o comportamento do usuário nos sites que eles visitam. Ao medir estes dados, as equipes de SEO e UX podem ver onde e quando as pessoas estão deixando uma página e corrigir erros e problemas mais rapidamente. Assim, uma estratégia de UX baseada em dados melhora a experiência do site e uma boa experiência do usuário pode melhorar o ranking geral do mecanismo de pesquisa. Como os algoritmos dos mecanismos de pesquisa podem entender o comportamento do usuário, uma página com UX de qualidade que mantém os visitantes envolvidos começará a classificar mais alto do que um site com SEO forte, mas com UX pobre.
 
A UX baseada em dados também ajudará a equipe de web a avaliar se a experiência atual é ideal para uma variedade de usos. David Freeman argumenta que projetar uma experiência de usuário com uma abordagem linear carece de flexibilidade, já que mais da metade dos consumidores não iniciam sua jornada na página inicial do site. Assim como o software, a UX exige atenção constante, com atualizações para mantê-lo responsivo, intuitivo e convidativo. Estudar os dados recolhidos nas jornadas dos usuários em um site ajuda as equipes de UX a tomar decisões baseadas em informação que beneficiem o sucesso contínuo e a classificação de busca de um site.
 

A Mobilidade em Ascensão

 
Contar com responsividade móvel é um dos principais fatores para um SEO de qualidade. Pouco tempo depois de lançar o novo algoritmo, o Google anunciou que iria priorizar sites mobile friendly em seu ranking. O Pew Research Center acredita que 12% dos adultos dependem de um dispositivo móvel para usar a web exclusivamente. Algumas fontes também estimam que 60% das buscas na internet são a partir de dispositivos móveis. Como muitas empresas se adaptam a uma estratégia omnichannel, não deveria ser surpresa que o Google prioriza sites rápidos e responsivos. Assim, é importante que times de UX e SEO priorizem um design responsivo e compatível com dispositivos móveis.
 
Além da velocidade e responsividade de um site, uma boa UX também depende do uso de imagem, texto fácil de ler e um mapa de site organizado e lógico. Pode parecer óbvio, mas páginas com pelo menos uma imagem marcada ganham uma melhor posição no ranking do que páginas sem imagem. Conforme listado pelas instruções do Google para melhorar a experiência de páginas de destino, transparência e confiabilidade também são altamente importantes. Os visitantes devem ser capazes de compreender o que seu negócio faz e qual a finalidade dos seus produtos, antes de serem solicitados a preencher um formulário. Tornar as coisas mais claras manterá seu site relevante, melhorando a qualidade no tráfego do seu site. 
 

Criando um Time Multifuncional

 
Hoje em dia, mecanismos de busca compreendem semântica, contexto e o comportamento do usuário. Estes avanços significam que a estratégia deve mudar também. Times de UX e SEO não podem mais trabalhar separadamente. Estas equipes devem garantir a melhor jornada para o usuário possível.
 
Uma UX incrível não só deixa os usuários cativados pela página, mas também aumenta o potencial do compartilhamento e distribuição orgânicos. Quanto mais tráfego um site recebe, mais dados os times terão para planejar revisões e melhorias. Um time multifuncional só pode ter sucesso se houver uma assistência mútua.
 
Para mais informações sobre jornada do usuário e aprimorando a experiência digital do cliente, leia nosso whitepaper.
 
Veröffentlicht am
29. September 2017
Zuletzt aktualisiert
18. Januar 2018
Themen:
Bleiben Sie up-to-date und abonnieren Sie unseren Digital-Insider-Newsletter!

Weiterführende Inhalte

76e7eeb0-2db1-451e-b159-bef63d769d3a
Design de Site Corporativo: 7 Aspectos para Dominar
Lesedauer: 7 Minuten
25. Juli 2018
18723754-6e35-488b-af2a-7cba1255a458
Conheças as Novas Funcionalidades do Liferay DXP 7.1
As novas soluções digitais do Liferay DXP 7.1
Lesedauer: 4 Minuten
6. September 2018
98d3f541-ed49-4d8b-80f6-2e883f74c907
Liferay DXP 7.3: Uma Virada de Jogo para Organizações B2B
Confira as novidades da versão 7.3 do Liferay DXP.
Lesedauer: 2 Minuten
22. Oktober 2020

Sie Möchten regelmäßig Insights und Neuigkeiten von uns erhalten? Abonnieren Sie unseren monatlichen Digital-Insider-Newsletter.