Para que times de TI possam entregar as melhores soluções de portal para clientes, parceiros, corretores, agentes e funcionários, eles precisam se perguntar com cautela a seguinte pergunta: "nós construímos um portal in-house ou compramos um software de portal de um fornecedor"?

Para responder essa pergunta, equipes de TI precisam ter em mente as 3 seguintes considerações:

3 Considerações Fundamentais para Determinar Se Você Deve Adquirir ou Construir seu Portal

1. Quanto custa construir um portal Vs. contratar um software?

Um dos principais fatores que profissionais de TI devem levar em consideração é o custo. No entanto, o investimento total não está apenas no custo da solução de portal por si só. Esse número também inclui tempo e recursos internos necessários para implementar, manter e atualizar a solução.

Após levar em consideração o custo da construção inicial, suporte, correção de bugs, upgrades e melhorias futuras, não é surpreendente a afirmação da Gallup de que ⅙  dos projetos têm um custo médio acima de 200% do esperado, e um cronograma de quase 70%.

Apesar das equipes de TI terem capacidade de construir uma solução de portal customizada, não é uma questão de habilidade, mas sim de: "vale a pena gastar os recursos para isso?"


2. Quanto tempo tomará para construir o portal Vs. contratar o portal

Com timelines de projetos, equipes de TI precisam considerar quanto tempo levará para construir sua própria solução ou para comprar e implementar um software de portal de um fornecedor.

Para aqueles que buscam comprar uma solução nativa, devem levar em consideração o tempo necessário para encontrar e validar um fornecedor, vendo demos, preenchendo RFPs e até mesmo consultando equipes internas.

Uma estimativa conservadora coloca a compra de uma ferramenta dedicada configurada por uma equipe experiente até 10 vezes mais barato do que tentar fazer por conta própria, além de também ser 5 vezes mais rápido.

Para os que buscam construir, os times devem lembrar que o tempo de construção é apenas um pedaço do total. As equipes precisam também considerar quanto tempo irá levar para:

  • Deixar a solução completamente funcionando 
  • Treinar tanto os usuários técnicos quanto os não técnicos para usar o portal
  • Ter um retorno sobre o investimento que atenda aos objetivos da solução 

3. Quanto controle a empresa precisa ter?

Um dos maiores atrativos para a construção in-house é o controle que a empresa tem sobre toda a solução. Esse controle é especialmente necessário em indústrias altamente regulamentadas, como a de serviços financeiros ou o setor público.

Embora seja mais rápido e mais simples comprar um software de portal com um fornecedor, as empresas terão menor controle quando se trata da solução. Por outro lado, construir a solução 100% internamente garante que os stakeholders possam moldar o portal de acordo com suas necessidades. Tudo desde dados, customizações e integrações estarão nas mãos da organização.

No entanto, as equipes de TI também devem considerar que soluções in-house serão sempre dependentes da construção dos desenvolvedores, o que significa que se esses desenvolvedores saem, pode ser difícil contratar novos desenvolvedores que ainda possam trabalhar dentro da base de código ou até mesmo reconstruí-la.
 

 

Comprar ou Não Comprar?

Se você está optando por comprar, então há mais decisões a serem tomadas. Você vai decidir por uma solução holística ou pontual? Saiba mais sobre qual se encaixa melhor ao seu negócio neste artigo.

Leia agora 
Comentários