Delivering Relevant Content and Knowledge to Customers is Key to Great Customer Service: 
Gartner® Report
casa
 / 
blog
 / 
 / 
Guia completo do Headless CMS
Tempo di lettura: 6 minuti

Um Guia para o CMS Headless

Conheça a diferença entre CMS tradicional e Headless CMS.
65c68c75-6a34-4c7f-9caa-905ac70bd061
Condividi

No passado, os Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo eram um sistema efetivo usado por times de marketing para gerir conteúdos. Mas, à medida que a tecnologia se transformou e a necessidade do marketing omnichannel aumentou, o CMS tradicional tornou-se menos eficiente e mais difícil de escalar - quando comparado a outras soluções.

A Era Digital gerou uma alta demanda por conteúdos personalizados disponíveis em diversos canais e em todas as etapas da jornada do cliente. Essa mudança na experiência digital levou à criação do que conhecemos hoje como Headless CMS.

E afinal, o que é um Headless CMS? Em resumo, o sistema de gerenciamento de conteúdo no modelo headless não possui componentes de front-bed que controlam a maneira como o conteúdo digital é apresentado às pessoas usuárias.

A seguir, vamos considerar os diferentes aspectos da tecnologia de Headless CMS e explorar por quais motivos as empresas estão adotando essa nova abordagem para o gerenciamento de conteúdo. 

O histórico das soluções CMS

Antes de nos aprofundarmos nas plataformas headless, vamos primeiro entender o que é um CMS tradicional, também conhecido como CMS desacoplado.

Um CMS tradicional, ou CMS acoplado, é um software que capacita os usuários não técnicos para armazenar, organizar e publicar conteúdos web de forma simples.  Isso permite que os usuários criem e editem conteúdo no back-end e, em seguida, o sistema exibe esse conteúdo em uma camada de entrega front-end pré-construída. Essas soluções têm sido muito úteis, tornando fácil o processo dos times de marketing de realizar o upload e editar conteúdos em websites sem o auxílio de uma pessoa desenvolvedora.

No entanto, à medida que a tecnologia começou a migrar do desktop para o mobile e outros dispositivos, novas camadas de entrega necessitavam ser criadas, o que tornou o upload a atualização de conteúdo mais onerosa tanto para as pessoas desenvolvedoras quanto para os times de marketing.  O sistema foi criado para gerenciar conteúdos em sites web, no entanto, quem consome se engaja cada vez mais com conteúdos em diversos dispositivos, além do desktop.

Com a mudança na jornada de compra, o CMS tradicional não consegue mais se adaptar aos novos hábitos. Com o objetivo de contornar essas dificuldades, foram criadas soluções com arquiteturas headless.

Hoje, uma plataforma de headless CMS tem um papel fundamental dentro do conjunto de ferramentas de uma organização. São plataformas de software utilizadas para gerir todos os aspectos do conteúdo digital de uma empresa, incluindo a criação, a distribuição, o armazenamento e a modificação.

Explicando o headless

Um Headless CMS, também conhecido como CMS desacoplado, é um sistema de gerenciamento de conteúdo que separa (ou desacopla) o gerenciamento back-end e front-end do conteúdo digital. Uma parte fica responsável por criar e armazenar, e a outra é responsável pela entrega da interface.

Com a arquitetura headless, o conteúdo pode ser publicado em qualquer lugar e para muitos canais a partir de uma API. Com uma API, pessoas desenvolvedoras ficam livres para construir quantas “heads” (camadas) forem necessárias - como websites, apps, kiosks, smartwatches e outros - para entregar a customer experience muito mais rica e rápida. 

O que é uma arquitetura desacoplada?

Em um CMS tradicional, a arquitetura é acoplada, ou conectada. No entanto, para utilizar um CMS headless, a sua arquitetura precisa estar desacoplada. Uma arquitetura desacoplada refere-se a um estado de ambiente de TI no qual dois ou mais sistemas de alguma forma funcionam ou estão conectados sem, no entanto, estarem diretamente conectados.

É um tipo de ambiente de operação de TI onde sistemas, elementos e componentes possuem pouco conhecimento sobre outros componentes. A arquitetura desacoplada também permite uma variedade de abordagens no que diz respeito à entrega de conteúdo, sendo classificadas em três categorias: CMS tradicional, abordagem híbrida ou headless completo.

Os benefícios de um Headless CMS para equipes de marketing

As plataformas de headless CMS trazem facilidade, velocidade e conveniência. E como tempo é dinheiro no mundo dos negócios, a flexibilidade e a escalabilidade desses tipos de plataformas é extremamente atrativo para as empresas.

Confira alguns dos benefícios de um sistemas de gerenciamento de conteúdo headless para times de criação e de marketing:

1. Foco na criação de conteúdo

Com um headless CMS, as equipes de criação podem focar apenas na criação de conteúdo, como blogs, imagens e artigos, sem ter que trabalhar nas camadas de apresentação. As camadas de apresentação tratam da forma como o conteúdo é exibido nos dispositivos como smartphones, kiosks smart e smartwatches. Em vez dessa responsabilidade ser delegada aos times de conteúdo, a camada de apresentação é gerida através de APIs.

2. Entrega de experiências consistentes

Com diversas interfaces para considerar, as equipes de marketing podem ficar sobrecarregadas com a tarefa de criar diversas versões do mesmo conteúdo para atender aos requisitos de cada plataforma. Um headless CMS permite que os times de marketing possam trabalhar com uma experiência mais contínua e consistente, que adota o omnichannel.

3. À prova do futuro

Como as plataformas headless são integradas facilmente com novas tecnologias e designs inovadores, o conteúdo criado hoje pode continuar sendo usado e acessado à medida que novos dispositivos surjam. Isso faz com que os criadores de conteúdo aproveitem seu trabalho ao máximo, sem ter que revisitar e recriar as peças cada vez que uma tecnologia for atualizada.

Os benefícios do Headless CMS para desenvolvedores

Assim como os criadores de conteúdo e as equipes de marketing, pessoas desenvolvedoras podem trabalhar de forma mais eficiente utilizando um headless CMS.

Confira alguns benefícios específicos para quem lida com sistemas de gerenciamento de conteúdo:

1. Maior flexibilidade

Com mais liberdade para construir um framework, pessoas desenvolvedoras podem trabalhar sem ter frustrações com as limitações dos ambientes tradicionais. Um headless CMS entrega escalabilidade, já que front-end e back-end desacoplados permitem que a empresa escale, atualize ou customize seus sites sem deixar todo o sistema offline.

2. Atualização e Gerenciamento com disrupções mínimas

O espaço digital está mudando e é inevitável que um conteúdo ou desenvolvimento back-end precise ser atualizado em algum momento. Caso um novo dispositivo surja ou um conteúdo antigo precise ser otimizado, um headless CMS facilita a atualização, gerando interrupções mínimas uma vez que o front-end e o back-end não estão conectados.

 Os principais benefícios de um headless CMS

Um headless CMS permite que as empresas entreguem excelentes experiências do cliente com maior facilidade, incluindo uma ampla gama de dispositivos e ecossistemas, além de oferecer suporte para o marketing omnichannel. As vantagens do marketing omnichannel incluem melhor segmentação do cliente, mais coleções de dados e recursos de analytics.

E como o marketing omnichannel é tão crucial para as empresas hoje em dia, há vários benefícios que uma arquitetura headless pode oferecer, como:

1. Maior segurança

Um headless CMs oferece maior segurança através de uma API apenas de leitura (read-only) e permite a integração com redes de entrega de conteúdo geograficamente dispersas, o que reduz o risco de ataques DDoS distribuídos de negação de serviço.

2. Branding e marketing mais eficientes

Um headless CMS pode economizar dinheiro de várias maneiras. As empresas veem resultados mais rápidos por conta do aumento da produtividade, assim como das atualizações e implementações mais rápidas. Isso pode reduzir a carga de trabalho e o tempo gasto com soluções alternativas por parte das equipes de desenvolvimento. Além disso, a reutilização de conteúdo de marketing pode ser feita sem custos adicionais.

3. Maior retenção de clientes

Grande parte das compras online são iniciadas em um dispositivo e finalizadas em outro. No entanto, não é somente suficiente estar presente em múltiplos canais, por essa razão, as empresas precisam assegurar que marca, mensagem e experiências sejam contínuas e uniformes de plataforma para plataforma, criando uma jornada fluida em cada ponto de contato para clientes. 

Se executado com sucesso, o marketing omnichannel pode:

Os desafios de um CMS totalmente headless

Apesar deste tipo de arquitetura ser extremamente útil, um CMS completamente headless também tem suas limitações. De forma recorrente, as equipes de marketing podem ter dificuldades com a falta de recursos tradicionais de edição de conteúdo, como construção de sites e layout de páginas. Um sistema de conteúdo com arquitetura headless não oferece camadas de apresentação incorporadas para dar mais facilidade aos times de marketing na criação de conteúdos ou até mesmo na sua pré-visualização. 

Para combater esses problemas, um CMS híbrido possui ferramentas de entrega de front-end pré-construídas, mas está conectado com o back-end a partir de APIs. Possui todos os benefícios de um CMS headless, mas ainda mantém sua camada de entrega, ela apenas fica separada. Isso significa que os times de marketing ainda podem acessar os templates, ferramentas de publicação e pré-visualização de conteúdo antes de uma API enviar o conteúdo para os diferentes front-ends.

A solução de CMS headless da Liferay

Apesar da evidente necessidade e importância do marketing omnichannel, de acordo com a Gartner, mais de 90% dos profissionais de marketing têm dificuldades em conectar continuamente mais de três canais na jornada de compra. As empresas podem superar esses tipos de desafios com uma base estabelecida por uma tecnologia headless, assim como nossa plataforma de experiência digital.

Como o sistema de gerenciamento de conteúdo dentro da plataforma da Liferay é desacoplado, com camadas de apresentação e conteúdo separados, as empresas podem gerenciar, atualizar e editar páginas de conteúdo com facilidade. Liferay Experience Cloud simplifica as tarefas de pessoas usuárias não técnicas, criando consistência de marca em todos os dispositivos.

A plataforma da Liferay também permite que times de desenvolvimento front-end continuem trabalhando com suas ferramentas e frameworks favoritos. Eles podem facilmente integrar Liferay em todos os seus sistemas, quer isso signifique extrair dados da plataforma Liferay, ou quer isso signifique integrá-la ao seu atual ecossistema.

Escale experiências do cliente com um headless CMS

Apesar das novas e poderosas tecnologias facilitarem as interações com os clientes, é importante considerar como esses novos canais podem afetar a qualidade da experiência do cliente. 

Saiba como um headless CMS pode melhorar a experiência do cliente aqui. 

Pubblicato in origine
22 agosto 2019
ultimo aggiornamento
26 agosto 2022
Argomenti:
CMS
Vuoi ricevere maggiori informazioni e dati sulle digital experience?

Contenuti correlati

9b439467-7e6c-450c-ab94-eadb14ad056d
Por que o CMS Híbrido é a Principal Ferramenta para Oferecer Experiências Digitais Omnichannel
Tempo di lettura: 2 minuti
3 febbraio 2021
2b8283f2-f215-4242-b482-98b5648db16f
Por Que Adotar uma Estratégia de API?
Conheça os benefícios de implementar uma estratégia API-first.
Tempo di lettura: 4 minuti
22 gennaio 2020
bc6926f1-3359-4004-8246-85cf12caa384
Como Personalizar Experiências em Escala com Liferay DXP
4 passos necessários para a personalização em escala.
Tempo di lettura: 5 minuti
31 ottobre 2019

Vuoi ricevere maggiori informazioni e dati sulle digital experience?